Esporte 

Cruzeiro encara Fluminense no Mineirão e precisa reencontrar a vitória para avançar na Copa do Brasil

Se a diretoria do Cruzeiro está pressionada diante de denúncias sérias de irregularidades, o time quer espantar questionamentos com uma vitória sobre o Fluminense, nesta quarta-feira, às 19h15 (de Brasília), no Mineirão, no duelo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Se conseguir, vai seguir na briga por mais um título do torneio, verdadeira especialidade da casa: o clube é o atual bicampeão e recordista de conquistas, com seis troféus.

No jogo de ida, disputado em 15 de maio, no Maracanã, houve empate por 1 a 1. Com isso, o Cruzeiro precisa de uma vitória em casa, diante de sua torcida, para avançar às quartas de final. A CBF sorteará os próximos confrontos na segunda-feira, dia 10.

Como não há mais gol qualificado no torneio, se houver novo empate nesta quarta, por qualquer placar, a vaga será definida nos pênaltis. Por isso, as cobranças foram treinadas mais intensamente esta semana.

Para seguir adiante no torneio que distribui premiações milionárias, o Cruzeiro aposta na base do time campeão nos últimos dois anos, que começa pelo goleiro Fábio, passa pelos zagueiros Dedé e Leo, pelo volante Henrique e termina nos armadores Robinho e Thiago Neves. O atacante Fred completa a espinha dorsal da equipe, mas, no ano passado, não disputou a competição em função de cirurgia no joelho.

“A gente tem de começar já pilhado nesta quarta-feira para não sofrer gol e ter de passar o jogo inteiro correndo atrás. O torcedor pode ter certeza que vamos entrar buscando a vitória”, afirma Thiago Neves, fundamental nas duas conquistas anteriores do Cruzeiro.

Nem mesmo o fato de o time estar há seis jogos sem vencer tira o otimismo do camisa 10. Segundo ele, o importante é que o Cruzeiro voltou a jogar bem, ainda que tenha perdido para a Chapecoense, em casa, e empatado com o São Paulo, fora, ambas pelo Campeonato Brasileiro. “O fundamental é ter tranquilidade, entrar concentrado, focado no que o treinador vai passar, para que a gente possa sair classificado”.

O volante Ariel Cabral, titular no empate com o São Paulo e que disputa posição com Lucas Silva, é outro bastante confiante. Afinal, também já experimentou a força do time celeste na competição mata-mata e espera que isso se repita este ano.

“A gente entrará em campo sabendo que podemos dar o nosso melhor. Somo os atuais bicampeões da Copa do Brasil, competição em que o Cruzeiro costuma se dar bem. Vamos fazer um bom jogo e procurar ter calma na hora de finalizar”, disse o argentino.

“O torcedor pode ir que vamos nos entregar dentro de campo”, prometeu Cabral. Mais de 40 mil torcedores já garantiram presença no duelo desta noite, em Belo Horizonte.

NOVAS OPÇÕES

O volante Lucas Romero será improvisado mais uma vez na lateral direita, já que os especialistas Edilson e Luis Orejuela seguem no departamento médico.

Em relação ao jogo com o São Paulo, as novidades no banco serão o meia Rodriguinho e os atacantes Raniel e Pedro Rocha. O trio não foi relacionado para a última partida, pelo Brasileiro, mas participou normalmente dos treinos da semana.

Em bom momento na temporada, o meia Robinho está confiante no reencontro com a vitória, após seis jogos, e na classificação. “Primeiro era voltar a jogar bem. E voltamos. Agora é hora de voltar a vencer e nos classificar. Aí, a maré ruim vai ficar para trás.”

FLU COM DESFALQUES

O técnico Fernando Diniz está quebrando a cabeça para montar o Fluminense que enfrentará o Cruzeiro. Ele não poderá contar com o zagueiro Matheus Ferraz, com entorse no joelho direito, e com o atacante Yony González, que sofreu estiramento muscular na coxa direita. Para completar, também não tem o armador Guilherme e volante Yuri Lima, que já jogaram a Copa do Brasil por Bahia e Santos, respectivamente. Já os volantes Aírton e Dodi ficaram no Rio por decisão do treinador. Assim, Diniz deverá improvisar o volante Caio na zaga. Outra opção é Luan, de apenas 18 anos.

Já na frente, Diniz tem como alternativas de meias e atacantes Brenner, Ewandro, Léo Artur, Pablo Dyego e Kelvin. “Temos ausências importantes, de jogadores que jogam desde o início do ano e estão entrosados. A gente sente um pouco, mas futebol é assim. Quem tiver a oportunidade vai dar trabalho para eles recuperarem a vaga”, argumenta o lateral-direito Gilberto.

FICHA TÉCNICA

Cruzeiro
Fábio; Lucas Romero, Dedé, Leo e Egídio; Henrique, Ariel Cabral (Lucas Silva); Robinho, Thiago Neves (Rodriguinho) e Marquinhos Gabriel (Pedro Rocha); Fred. Técnico: Mano Menezes

Fluminense
Agenor; Gilberto, Nino, Caio e Caio Henrique; Allan, Daniel e Paulo Henrique Ganso; Luciano, João Pedro e Leo Artur. Técnico: Fernando Diniz

Motivo: jogo de volta das oitavas de final
Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Rafael Traci (SC)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva e (GO) e Carlos Berkenbrock (SC)
VAR: Rodrigo D’Alonso Ferreira (SC)
TV: Pay-per-view

Estado de Minas

Related posts

Leave a Comment