Destaque Esporte 

Mano Menezes mudará até 70% da equipe do Cruzeiro para segundo jogo no Mineiro

O Cruzeiro estreou bem no Campeonato Mineiro nesse sábado com a vitória  por 3 a 1 sobre o Guarani, em Divinópolis, mas o torcedor já verá uma  equipe bastante modificada no segundo compromisso pelo Estadual. Diante  do Patrocinense, na quarta-feira, às 21h30, no Mineirão, em Belo  Horizonte, o técnico Mano Menezes avisou que promoverá mudanças de peças  para dar ritmo aos atletas que jogaram pouco na estreia ou que sequer  entraram em campo. 


“Não é só pelo risco de lesão, mas pela necessidade de evoluir ainda mais fisicamente com trabalhos específicos. Precisamos fazer com uma semana cheia. Não vamos tirar todo mundo, mas uns 60% a 70%. Isso nos dá segurança e possibilidade de fazer o trabalho para completar esse ciclo necessário de completar essa temporada longa e dura como temos no Brasil”, justificou Mano Menezes depois do triunfo em Divinópolis.


Contra o Guarani, o Cruzeiro entrou em campo com Fábio; Edilson, Dedé, Leo e Egídio; Henrique e Lucas Silva; David, Robinho e Rafinha; Raniel. No segundo tempo, Lucas Silva, David e Raniel deram seus lugares a Lucas Romero, Renato Kayzer e Sassá.


Diante do Patrocinense, Mano já adiantou que Sassá tende a começar como titular. Vindo de uma fratura no nariz e de uma indisposição estomacal que o tirou da estreia em Divinópolis, o centroavante Fred deve ser preservado da primeira partida em casa na temporada.


“Na verdade, a minha ideia era fazer com Fred, hoje (sábado), e com outro centroavante na quarta-feira para poder treinar esse grupo, pois precisamos evoluir fisicamente. Queríamos trabalhar dessa maneira. Mas fomos surpreendidos à noite (de sexta), Fred passou mal, e não foi possível trazê-lo. Vamos ver como ele vai reagir a partir de agora, cada um reage de um jeito com problemas estomacais, que é diferente em cada um. Não vamos colocar um jogador que vem de fratura no nariz e ainda debilitado fisicamente, não há sentido em fazer isso. Ainda tem Sassá, que precisa jogar mais do que esses 15 minutos que entrou, então talvez seja, se Fred não puder, o cara que iniciará o jogo na quarta-feira”, explicou.


O torcedor ficará na expectativa para a estreia de reforços como o lateral-direito colombiano Orejuela e o volante Jadson. Outros que podem ganhar uma chance são Rafael, Patrick Brey, Rafael Santos, Cacá, Fabrício Bruno, Murilo, Éderson e Ariel Cabral.


Mano adiantou apenas que a estreia dos reforços deve ser progressiva, sem acelerar processos. O meia-atacante Marquinhos Gabriel, vindo do futebol dos Emirados Árabes, terá que esperar mais para vestir a camisa do Cruzeiro oficialmente. 

“A gente entende que essa é a melhor maneira quando chega o jogador (entrar no time com calma). Sempre que é possível nós termos esse tempo, porque às vezes não temos, como fizemos com Barcos no ano passado. Mas dentro do normal, temos uma equipe sólida, consistente, e podemos dar o tempo necessário de preparação aos jogadores. É bem provável que Marquinhos Gabriel vá precisar de período um pouco maior, pois vem do futebol árabe, de nível mais baixo, então trabalharemos um pouco mais com ele. Tendo essa possibilidade, vamos fazer. Os outros já estão em condições, então não temos preocupação nenhuma. Estão preparados para jogar”, concluiu Mano Menezes.

Estado de Minas

Related posts

Leave a Comment