Esporte 

Presidente diz que Sampaoli quer Bruno Henrique no Santos e promete dificultar transferência para o Cruzeiro

Presidente do Santos, José Carlos Peres afirmou em entrevista coletiva nesta terça-feira, após a apresentação de Jorge Sampaoli, que o treinador argentino já solicitou a manutenção do atacante Bruno Henrique na Vila Belmiro em 2019. Um dos grandes interessados em ter o goleador na próxima temporada, o Cruzeiro certamente encontrará ainda mais dificuldades para realizar a contratação.

“Faremos o possível (para segurar Bruno Henrique). Ele tem que querer ficar no Santos. A família é de Minas Gerais, tem interesse na transferência (para o Cruzeiro). Sampaoli gosta do jogador e acha que futebol dele vai crescer. A ideia é manter para a próxima temporada”, disse Peres.


Bruno Henrique é um dos jogadores que mais interessam ao Cruzeiro para a próxima temporada. Publicamente, o atacante também já afirmou que deseja a transferência para a Toca da Raposa II. “Sou daqui, tenho um sonho de jogar no time da minha cidade, e se isso acontecer vou ficar muito feliz, vou ficar mais perto da família e isso para o jogador é importante. Estou muito feliz, vou deixar nas mãos do meu empresário, do Santos, se acontecer vou ficar muito feliz”, afirmou o jogador em 8 de dezembro, durante entrevista à Rádio Itatiaia.


Criado na Vila Tiradentes, do Bairro Concórdia, Região Nordeste de Belo Horizonte, o atacante do Santos é conhecido como Bruninho pelos amigos mais próximos na capital mineira. Muitos familiares do atacante ainda residem no local e pedem seu regresso a Minas, o que poderia facilitar o acerto com o Cruzeiro.


A aposta da diretoria do Cruzeiro é oferecer jogadores em troca de Bruno Henrique, além de uma quantia em dinheiro ainda não definida. Segundo apurou o Superesportes, o clube celeste disponibilizou uma lista para que a direção do Peixe escolha um ou dois jogadores. Estão na relação o zagueiro Manoel, o volante Bruno Silva, o meia Mancuello e os atacantes Sassá e Rafael Sobis.


Bruno Henrique possui contrato com o Santos até 31 de janeiro de 2021. Ele teve 100% dos direitos econômicos adquiridos ao Wolfsburg, da Alemanha, por 4,5 milhões de euros (R$ 13,5 milhões em janeiro de 2017). Por ser “dono único” do jogador, o Peixe poderia exigir participação em uma transferência futura e, consequentemente, “baratear” o negócio para o Cruzeiro.

Estado de Minas

Related posts

Leave a Comment