Produção industrial cai 2,4% em janeiro, se comparado com dezembro de 2017

Produção industrial cai 2,4% em janeiro, se comparado com dezembro de 2017

Em janeiro de 2018, a produção industrial nacional mostrou redução de 2,4% , se comparado com  dezembro de 2017 (série com ajuste sazonal). Esse resultado, interrompe quatro meses de resultados positivos seguidos, que acumularam ganho de 4,3%. Essa foi a maior queda desde fevereiro de 2016 (-2,5%).

Em relação a janeiro de 2017, (série sem ajuste sazonal), a indústria cresceu 5,7%, nona taxa positiva consecutiva e a mais acentuada desde abril de 2013 (9,8%).

No acumulado dos últimos doze meses, ao avançar 2,8% em janeiro de 2018, a produção industrial marcou o resultado positivo mais elevado desde junho de 2011 (3,6%) e prosseguiu com a trajetória ascendente iniciada em junho de 2016 (-9,7%).

Em contrapartida, a crise que atingiu a indústria em Minas Gerais nos últimos anos está perto do fim.

O que é ajuste sanzonal

Esse termo estranho nada mais é do que uma espécie de compensação que se faz com os números para que seja possível compará-los entre si. Primeiro é importante explicar que “sazonal” vem da palavra “sazão”, que significa “estação” (como season, em inglês).

Portanto, ajuste sazonal é um acerto que se faz em função da variação de estação. Não é possível, por exemplo, comparar a safra de uma fruta no mês da colheita com o mês seguinte.

É claro que, todo ano no mês da colheita, a produção será maior e isso não quer dizer que a agricultura andou mal no mês seguinte. É simplesmente o ciclo natural dela. Então, para que seja possível comparar esses dois meses, os economistas aplicam o ajuste sazonal, ou seja, uma fórmula que equilibra os números.

O mesmo acontece se compararmos a produção de roupas em outubro com a de janeiro. Todo mundo sabe que em outubro as confecções estão fabricando as peças que serão vendidas no Natal, portanto elas sempre trabalham mais nessa época.

O fato de que a produção de roupas em janeiro seja menor do que em outubro não representa nenhuma crise do setor têxtil, é apenas o ritmo natural do mercado. Para que as pessoas não saiam por aí tirando conclusões erradas, existem os ajustes sazonais, que adaptam os números à realidade de sua época.

Outro recurso muito usado para evitar enganos é comparar um mês com o mesmo mês do ano anterior. Dezembro com dezembro, verão com verão, férias com férias.

Estado de Minas